top of page
  • Foto do escritorcondaowix

Encontro discute prevenção à violência nas escolas

Santa Cruz do Sul está mobilizada para prevenir e combater a violência no ambiente escolar. O tema foi debatido em reunião na manhã desta terça-feira (18/04), no Auditório da Procuradoria-Geral do Município.


O encontro, convocado pelo Ministério Público – MP/RS, teve como foco discutir a segurança nas instituições de ensino do município, após os episódios de violência registrados em São Paulo e Santa Catarina.


Foi o segundo encontro para tratar do tema realizado no município. Na semana passada, representantes das forças de segurança (Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal), Conselho Municipal de Educação, 6ª Coordenadoria Regional de Educação, representantes do Governo Municipal e o próprio MP/RS deram início às discussões.


Responsável pela convocação da reunião, a promotora Vanessa Saldanha de Vargas, da Promotoria Regional de Educação, destacou que a intenção é promover um trabalho permanente. “É importante demonstrar a união de todos estes setores com as escolas, para buscarmos orientar e trabalhar muito na prevenção”, afirmou.


Vanessa destacou que não há nenhum caso de ameaças na região identificado pelo trabalho de inteligência do MP/RS neste momento. Entretanto, pede atenção da sociedade à questão. Ela salienta a importância da participação dos pais no cuidado com as crianças e adolescentes. “As crianças refletem na escola aquilo que trazem de casa. É importante que as famílias estejam atentas ao comportamento dos filhos”, alertou.

Conforme a promotora de justiça, a ideia é manter um grupo sistemático, com debates permanentes. “A segurança pública precisa da colaboração de todos”, concluiu.


A prefeita Helena Hermany salientou a importância do acompanhamento familiar para um bom desenvolvimento dos jovens. “Muitas famílias não sabem o que os filhos estão fazendo, olhando nas redes sociais, não conhecem as companhias dos filhos”, frisou.


Helena enfatizou a importância do programa Pacto Santa Cruz pela Paz, iniciativa de seu governo iniciada há pouco mais de um ano, para a recuperação de valores necessários à formação das crianças e jovens e para a prevenção de episódios de violência.


Além disso, a prefeita destacou a importância de atividades em turno inverso para ocuparem a juventude. “Eu sempre digo: uma criança que vai a uma creche, à escola e tem acompanhamento no turno inverso, tem como aprender coisas positivas”, afirmou.


Helena parabenizou a iniciativa da promotora de justiça Vanessa de Vargas, com a convocação de todos os segmentos da sociedade para o debate. “Isso exigirá uma transformação profunda, não é um clique que vai mudar a realidade. É uma mudança de conceito, de jeito de viver, de como enxergar a vida”, avaliou.


O encontro contou com a participação de representantes do Poder Público Municipal (secretarias de Educação, Segurança e Mobilidade Urbana, Saúde e Pacto Pela Paz), das forças de segurança municipal, estadual e federal, da 6ª Coordenadoria Regional de Educação, do Conselho Municipal de Educação, representantes do MP/RS e de escolas particulares de Santa Cruz do Sul (de educação infantil e ensinos fundamental e médio).




23 visualizações0 comentário
bottom of page