top of page
  • pactosantacruzpela

Veja como o Programa Conte Comigo é realizado nas escolas

Após uma dinâmica realizada por sua professora, o garoto Rafael José Stulp, de apenas 4 anos, recebe em mãos uma folha em branco e canetas coloridas. O desafio seria o de fazer uma tarefa simples em conjunto com sua mãe, Anelice. Ao final do exercício, o menino exibe o material para a educadora, e diz: “Olha aqui, ‘profe’, eu desenhei a mãe e a mãe desenhou eu”, conta orgulhoso.

A atividade sugerida pela professora pode parecer simples, mas contém muitos significados. Realizada na Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Aliança, de Santa Cruz, o exercício tem um objetivo: promover a interação e fortalecer o vínculo entre pais e filhos. Pois este é um dos propósitos do projeto Conte Comigo, realizado em 42 escolas de educação infantil e de ensino fundamental, atingindo 283 famílias.

O projeto é mais uma iniciativa do programa de prevenção à violência Pacto Santa Cruz pela Paz. Na Emei Aliança, por exemplo, foram oito encontros, sempre realizados nas quintas-feiras no fim da tarde, com a presença dos pais e seus filhos, conforme explica a diretora Deili Rosa. “Como o objetivo do encontro é que aconteça com pais e filhos, o engajamento das famílias aqui na escola foi muito interessante, pois é um momento em que param para conversar e contar histórias”, diz.

De acordo com a vice-diretora da instituição, Karine Kothe, que juntamente com a Jôse Adriane Santos, foram as facilitadoras do programa na instituição, a proposta contribui muito para o desenvolvimento das crianças. “É um projeto fantástico, porque trabalha as emoções, sentimentos, através de compartilhamento de livros, ou seja, os pais fazendo perguntas aos filhos a partir das imagens dos livros, e fazendo conexões com o dia a dia. Este método contribui muito no desenvolvimento da criança”, disse Karine.

No interior

Outra instituição que também tem realizado o projeto durante o ano, é a Escola Municipal Rio Branco, de Linha Saraiva. Lá os encontros aconteciam nas terças-feiras, entre 8h e 9h, e eram coordenados pela orientadora educacional, Inês Margarete Henn. No total, 9 famílias participaram da ação. Entre elas estavam os pais da pequena Mariana Breunig, de 5 anos. De acordo com a mãe, Marinês, a iniciativa contribui muito para o aprendizado do filho e a convivência familiar. “Muito importante porque ele aprende a se expressar melhor, e nós também aprendemos a entender o que ele pensa sobre as coisas e sobre o mundo. É um trabalho que a gente faz com ele sempre com a família reunida”, diz.

A psicóloga do Instituto Cidade Segura, Helena Guido, ressalta que o Conte Comigo auxilia a criança no desenvolvimento de muitas habilidades. “Através de um momento lúdico, é possível que as crianças e familiares possam conversar sobre suas emoções, como estabelecer relações saudáveis, além de desenvolver a linguagem e habilidades de raciocínio”, declarou.

A coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Lígia Hoppe, destaca a continuidade do projeto nas famílias. “Estamos muito satisfeitos com a adesão das famílias. Um grande diferencial do programa é que as técnicas e estratégias trabalhadas durante o compartilhamento com as famílias e na sala de aula são acessíveis e podem posteriormente fazer parte da rotina das pais e filhos”, afirmou.

O secretário de Governança e Relações Institucionais, Everton Oltramari, que coordena o Pacto pela Paz, salienta a importância de se promover ações de convívio. "Vivemos em um contexto de mundo, em que o ritmo de vida não nos permite ficar mais tempo com nossos filhos. Mas precisamos buscar estes momentos, para que possamos transmitir valores e ensinamentos, e fortalecer nossa vivência com eles, e o projeto Conte Comigo tem este propósito", finaliza Oltramari.





34 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page